O Ministério Profético de Jeremias

Texto de Joanilson Rodrigues

A rejeição ao Ministério profético de Jeremias

Jeremias é um profeta atípico. É certamente um profeta que desafia o senso comum sobre o agir de Deus. Sem dúvida alguma, o tratar de Deus em sua vida em muito se assemelha ao da vida de Jó. Repare que sua vida é muito pouco citada em pregações, ao contrário de suas mensagens sobre o coração humano (17:9) ou Vaso de barro e o Oleiro (Cap. 18) e tantos outros textos maravilhosos sobre o amor de Deus.

Em especial tenho uma identificação quase literal com seu ministério. Em 1990 uma irmã em um grupo familiar de oração no bairro do Morumbi, orou por mim e me entregou a seguinte profecia: ” Eu o Senhor, derramo sobre ti todos os dons espirituais para que me sirvas. Tu falarás a um povo de cerviz muito dura, mas a ti darei uma testa de bronze como a testa de Jeremias. Eis que milhares e milhares se achegarão a mim através da tua vida…”

Eu não fazia idéia do que isso significava até  me deparar pessoalmente com aspectos quase idênticos da vida  do profeta com meu ministério, os quais relato na continuação deste estudo bíblico.

Embora realmente ouvisse o decreto de Deus e o transmitisse fielmente, Jeremias talvez tenha sido o profeta mais incompreendido e rejeitado de toda a bíblia.

As pessoas diziam que queriam ouvir o tratar de Deus dito por sua boca, mas assim que ele terminava de dizer, diziam “que não aceitavam aquilo e que ele falava somente para desanimar os soldados para a batalha”, por exemplo, e que aquilo que ele dizia em nome do Senhor, não vinha de Deus. (Jer. 38:1-4)

Jeremias amava o povo e queria o seu bem, mas diziam o seguinte dele: “ Este homem não busca a paz para este povo, mas o seu mal.”( Jer. 38:4b)

Foi certamente o mais rejeitado de todos os profetas do antigo testamento e seu ministério foi o mais contestado de todos os ministérios proféticos da bíblia.

Jeremias sofreu um grau tão alto de rejeição por parte de todos que não consigo imaginar um ser humano de nossa época que conseguisse servir a Deus desse modo, já que muitos acreditam que o fato de uma multidão de crentes concordar com seu pensar seja o sinal da aprovação de Deus e realmente não é. Ao estudar o livro de Jeremias aprendemos isto, o que é confirmado com a própria rejeição com que sofreu o Senhor Jesus Cristo.

Jeremias foi Rejeitado por:

  1. Seus vizinhos (Jer. 11: 19-21)
  2. Por sua própria família (Jer. 12:6)
  3. Pelos Sacerdotes e Profetas ( jer. 20:1-2)
  4. Por seus amigos ( Jer. 20:10)
  5. Por todo o povo (Jer. 26:8)
  6. Pelo Rei ( Jer. 36:23)

Além de toda essa rejeição, Jeremias foi colocado num cepo (Jer. 20:2) e numa Cisterna de Lama ( Jer. 38:6) e foi levado à força ao Egito ( Jer 43. 5-7). Hoje o ministério dos profetas de Deus pode passar pelas mesmas dores de Jeremias, inclusive buscando jogar na lama o nome e a reputação dos que trazem a verdadeira palavra do Senhor, como Jeremias o fez.

Apesar de todo este sofrimento, Jeremias não sofria alheio ao tratar de Deus, pois o Senhor havia avisado a ele que padeceria tais coisas ( Jer. 1:19).

O ato de profetizar para Jeremias era tão angustiante que, algumas vezes, ele pediu previamente para não ser morto depois que  entregasse o prognóstico de Deus. (Jer 38:15-16).

Algumas pessoas na igrejas atuais ouviram tantas “palavras de vitória” que não discernem mais a voz do Senhor, assim como os homens no caminho de Emaús que mesmo vendo não enxergaram e mesmo ouvindo não reconheceram a voz do Senhor. Creio que muitas vezes basta marchar e levantar o bastão da vitória com que Moisés abriu o mar vermelho, mas por vezes, Deus espera do seu povo Jejum, choro e pranto como ele pede no Livro do profeta Joel Capítulo 2.

Para o povo da época de Jeremias, que estava profundamente contaminado com este triunfalismo de Vitória, era inconcebível que o Deus que aceitou que Salomão construísse o grande e glorioso templo, fosse o mesmo Deus que ordenou a sua destruição. Pensavam: “Não… Deus jamais fará isso!”

” Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas, que entre vós profetizam; fazem-vos desvanecer; falam da visão do seu coração, não da boca do SENHOR. Dizem continuamente aos que me desprezam: O SENHOR disse: Paz tereis; e a qualquer que anda segundo a dureza do seu coração, dizem: Não virá mal sobre vós. ”  Jeremias 23:16-17

Da mesma forma, hoje muitos cristãos duvidam da soberania de Deus, ou seja, arrogantemente pensam: “Deus não deixará tal coisa acontecer a mim porque eu o sirvo.”

Assim todo aquele povo de Judá pensava com relação às palavras de Jeremias e julgavam-no digno de morte. ” Então falaram os sacerdotes e os profetas aos príncipes e a todo o povo, dizendo: Este homem é réu de morte, porque profetizou contra esta cidade, como ouvistes com os vossos ouvidos. “Jeremias 26:11

Mas Jeremias, diante de seu iminente ataque, lhes disse:

” E falou Jeremias a todos os príncipes e a todo o povo, dizendo: O SENHOR me enviou a profetizar contra esta casa, e contra esta cidade, todas as palavras que ouvistes.

Agora, pois, melhorai os vossos caminhos e as vossas ações, e ouvi a voz do SENHOR vosso Deus, e arrepender-se-á o SENHOR do mal que falou contra vós. 

Quanto a mim, eis que estou nas vossas mãos; fazei de mim conforme o que for bom e reto aos vossos olhos. 

Sabei, porém, com certeza que, se me matardes, trareis sangue inocente sobre vós, e sobre esta cidade, e sobre os seus habitantes; porque, na verdade, o SENHOR me enviou a vós, para dizer aos vossos ouvidos todas estas palavras.

Então disseram os príncipes, e todo o povo aos sacerdotes e aos profetas: Este homem não é réu de morte, porque em nome do SENHOR, nosso Deus, nos falou. ” Jeremias 26:12-16

Repare nesta passagem acima que tanto os sacerdotes, quanto os profetas não tinham o menor discernimento sobre quem era Jeremias e qual o peso das palavras que ele trazia.

Na continuação da passagem eles trazem outros exemplos de pessoas que “profetizaram contra“, sendo que um foi poupado e outro foi morto:

” Também se levantaram alguns homens dentre os anciãos da terra, e falaram a toda a congregação do povo, dizendo:

Miquéias, o morastita, profetizou nos dias de Ezequias, rei de Judá, e falou a todo o povo de Judá, dizendo: Assim disse o SENHOR dos Exércitos: Sião será lavrada como um campo, e Jerusalém se tornará em montões de pedras, e o monte desta casa como os altos de um bosque. Mataram-no, porventura, Ezequias, rei de Judá, e todo o Judá?

Antes não temeu ao SENHOR, e não implorou o favor do SENHOR? E o SENHOR não se arrependeu do mal que falara contra eles? Nós, fazemos um grande mal contra as nossas almas.

Também houve outro homem que profetizava em nome do SENHOR, a saber: Urias, filho de Semaías de Quiriate-Jearim, o qual profetizou contra esta cidade, e contra esta terra, conforme todas as palavras de Jeremias. E, ouvindo o rei Jeoiaquim, e todos os seus poderosos e todos os príncipes, as suas palavras, procurou o rei matá-lo; mas ouvindo isto, Urias temeu e fugiu, e foi para o Egito; Mas o rei Jeoiaquim enviou alguns homens ao Egito, a saber: Elnatã, filho de Acbor, e outros homens com ele, ao Egito.  Os quais tiraram a Urias do Egito, e o trouxeram ao rei Jeoiaquim, que o feriu à espada, e lançou o seu cadáver nas sepulturas dos filhos do povo. Porém a mão de Aicão, filho de Safã, foi com Jeremias, para que o não entregassem na mão do povo, para ser morto. ” Jeremias 26:17-24

Irmão leitor,  saiba que esta também é a minha oração: senhor guarda-nos, óh Senhor, de todo o mal!

Eu sei muito bem o que está escrito no salmo 91 de cair mil a minha direita e dez mil a minha esquerda, mas eu não serei abalado.

Essa é sempre a minha oração e os meus pedidos diante de tudo o que vivemos, mas os dias são maus e quem poderá subexistir a todas as tragédias que nos acometem como acidentes e doenças?

Quando Deus muda de ideia e quando ele não muda ao ouvir o “Amém ” ou o “Não-amém” de seus servos 

O “Amém” significa: “Que assim seja!” Ou  ainda “eu concordo plenamente com estas palavras”. Em toda a fé cristã, os servos de Deus repetem esta expressão em seus ritos ou cultos.

O “Não- Amém” é Desobediência Consciente a Deus ou é o que Deus espera de nós em algumas circunstâncias?

O “Não-amém” embora sendo um neologismo, significa ” Eu não concordo com isso…” ou ainda…. “que não seja do modo como você descreveu agora…”

Amados muitos são os tratares e precisamos clamar ao Senhor para que se compadeça de nossos irmãos e também de nós nesses dias de oração e batalha espiritual.

A luta espiritual para mim tem sido no sentido de que há um decreto sobre a vida de muitos cristãos nestes dias porque são dias de juízo de Deus sobre o seu povo, quando prometeu ele mesmo nos diz nas sagradas escrituras que o julgamento começará pela casa de Deus.

Sei também que devo me dirigir ao Senhor com toda submissão e reverência, no entanto, creio que às vezes o pai espera que lhe perguntemos sobre os seus desígnios, que o questionemos ou que insistamos em perguntar sobre os seus decretos, isso sem jamais perder a reverência que lhe é devida,  pois ele é Deus e eu não sou nada diante dele.

Apesar de possível, quero chamar a vossa atenção para uma diferença sobre o modo de se fazer este questionamento que pode nos custar muito e nos impor um ponto final em nosso pleito por afrontarmos a soberania de Deus, da mesma forma que custou ao povo na época do profeta Jeremias, questionando, duvidando e desprezando as suas profecias, derramando injúrias e calúnias  sobre o profeta, já que é também um princípio que não menosprezemos as profecias. ( I Tss 5:20)

Creio que há duas maneiras muito diferentes de se fazer esse questionamento ao Senhor.

Em uma delas, há reverência e respeito e em outra há arrogância e insulto. E quem somos nós para nos dirigirmos com arrogância ao Senhor nosso Deus?

Forma arrogante de se questionar a Deus por seus decretos

No fim da parábola dos Vinhateiros Infiéis (LC 20:9-18) reparem sobre o que Jesus diz que vai acontecer com os vinhateiros que não quiseram devolver ao senhor, dos frutos da vinha que estava arrendada a eles?

Disse Jesus: Serão destruídos e a vinha que estava (apenas) arrendada a eles será dada para outro.

Esta palavra foi tão chocante que quando Jesus termina de contar a parábola, ao invés de dizerem “amém!” que quer dizer “Que assim seja….!” Eles disseram : “Que não seja assim! “(Lc 20:16)

Ou seja um “amém ao contrário” ou um “não-amém”.

Assim também disseram ao profeta Jeremias quando ele disse para não cultuarem a Rainha do Céu: deram-lhe um sonoro “Não-Amém !”  Disseram-lhe: “Quanto à palavra que nos anunciaste em nome do SENHOR, não obedeceremos a ti; (Jeremias 44:16)” Ou seja, também um “Que não seja assim! Ou seja um “amém ao contrário” ou um “não-amém”.

Não é fácil obedecer a palavra de Deus ou aceitar os seus juízos.

Hoje,  já sabendo do desfecho da destruição de Jerusalém, podemos pensar: “Mas porque o povo não ouviu o profeta? Era tão claro!”

Mas quando o povo vive este tratar a tendência é ouvir os falsos profetas que profetizam “Benção” e “tudo de Bom”.

A primeira reflexão é: O homem pode “peitar” a Deus e se dar bem?

Sabemos que Deus pode mudar seus decretos por misericórdia, assim como fez com o rei Ezequias, mas como ele agirá com os que fingem não saber os seus desígnios, como na época de Jeremias?

Jesus nos ensinou: “Que seja feita a tua vontade, não a nossa, “ óh Senhor!

E quando a vontade de Deus não for igual à tua ou à minha?

O que você dirá: Amém (que assim seja!) ou Não- Amém (Que não seja assim)? ? ?

Forma humilde de se questionar a Deus por seus decretos

Quando Deus revelou a Abraão que iria destruir Sodoma (Gn 18-17-18). Ele disse um “não-amém” também, mas este era diferente porque era carregado de Misericórdia pelos habitantes daquela cidade; Ele perguntou: “ Senhor tu destruirás justos com injustos….???? Mas e… se houver 50 justos(Gn18: 22- 33), … e se houver 40… e se houver 30, 20… 10…?

Abraão sabia que a destruição parecia ser algo contrário ao desígnio de Deus, por isso ousava perguntar.

Atualmente, vemos da mesma forma o decreto sobre a nossa amados irmãos enfermos com doenças incuráveis segundo o padrão humano.

E ousamos, confiantes, perguntar: “mas senhor…. Tu a destruirás?”

Fazemos isto porque amamos e não queremos de modo algum o seu fim. Queremos que nosso amado doente viva.

Queremos também que vivam e saiam do leito de enfermidade, conforme a palavra que nos Diz o salmo 41:3 “O SENHOR o sustentará no leito da enfermidade; tu o restaurarás da sua cama de doença. “

Ezequias disse um “não-amém” reverente à sentença de Morte proclamada pelo Profeta Isaías e recebeu a clemência do Senhor.

Já Davi não teve a mesma sorte quando pediu pelo “filho do pecado” que Gerou com Bateseba. (II Samuel 12: 13-24). Ele recebeu uma sentença de morte dada pelo profeta Natã e podemos dizer que disse também um “não-amém” para o decreto do Senhor.

Orou, chorou e pediu, mas o Senhor não lhe ouviu naquele instante. Deus é soberano, amados e não é o simples método do Jejum que irá salvar o doente, mas sim o rasgar o nosso coração e não as nossas vestes como o Senhor tratou em Joel capítulo 2.

Em Isaías 58 Deus também questiona sobre o tipo de Jejum: “Dizendo: Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso? Por que afligimos as nossas almas, e tu não o sabes? Eis que no dia em que jejuais achais o vosso próprio contentamento, e requereis todo o vosso trabalho.

Eis que para contendas e debates jejuais, e para ferirdes com punho iníquo; não jejueis como hoje, para fazer ouvir a vossa voz no alto.” Isaías 58:3-4

Outro “não-amém” que encontrei na bíblia, mas que surtiu efeito, foi o de Moisés pelo povo quando Deus anunciou que iria destruí-lo:

“Falou-me ainda o SENHOR, dizendo: Atentei para este povo, e eis que ele é povo obstinado; Deixa-me que os destrua, e apague o seu nome de debaixo dos céus; e te faça a ti nação mais poderosa e mais numerosa do que esta.” Deuteronômio 9:13-14

Este era o decreto de Deus! Ele revelou a Moisés o que iria fazer. E por quê?

Certamente porque queria ouvir Moisés intercedendo pelo Povo. Eis o que Moisés fez, segundo suas próprias palavras:

“E orei ao SENHOR, dizendo: Senhor DEUS, não destruas o teu povo e a tua herança, que resgataste com a tua grandeza, que tiraste do Egito com mão forte. Lembra-te dos teus servos, Abraão, Isaque e Jacó. Não atentes para a dureza deste povo, nem para a sua impiedade, nem para o seu pecado; Para que o povo da terra donde nos tiraste não diga: Porquanto o SENHOR não os pôde introduzir na terra de que lhes tinha falado, e porque os odiava, os tirou para matá-los no deserto;Todavia são eles o teu povo e a tua herança,que tiraste com a tua grande força e com o teu braço estendido. “Deuteronômio 9:26-29

Irmãos eu creio que, tanto com Abraão quanto com Moisés, Deus queria prová-los e o fez.

Creio que a postura que o senhor espera de nós é a mesma que ambos tiveram de serem reverentes, mas se apresentarem ao altíssimo em favor de nossos irmãos  enfermos….

Pedindo a misericórdia do Senhor e o prolongamento da Vida deles.

As misericórdias do senhor se renovam a cada manhã. É isso que creio que devemos buscar, mesmo sabendo que o seu decreto já tenha sido expedido. Clamemos ao Senhor, irmãos!

Eu fiquei simplesmente chocado com a morte dos cinco membros de uma mesma família de evangélicos que estavam voltando de uma conferência evangélica em Orlando nos Estados Unidos no último dia 29 de janeiro de 2012. Eles estavam em uma van que também reunia evangélicos que voltavam de Orlando para a Flórida, depois do encontro III Cell Vision Conference. Segundo reportagem do Jornal Estado de São Paulo.

Jeremias não era o autor das sentenças, muito menos o seu juiz ou o executor delas, mas o povo o odiava porque julgava ser ele o culpado por aquilo que lhes ocorria. O profeta era um simples emissário que trazia os tratares do Senhor, seu Deus, e que sabia de antemão que eles seriam rejeitados. Os tratares rejeitados traziam sempre a solução e um caminho de vida, mas o povo insistia em tomar o caminho oposto daquele proposto por Deus através da boca do profeta.

A palavra de Deus para os nossos dias é a mesma dos dias de Jeremias.  Muitas vezes ela é pesada e inflexível, mas devemos nos achegar com confiança a Deus, pois o único véu de separação entre nós e Deus é o pecado, mas Jesus venceu o pecado e podemos nos achegar a Deus.

Jeremias quis trazer o povo para Deus, mas o povo escolheu o pior caminho, que é o da rebelião e o da desobediência. Oremos para que o mesmo não aconteça em nossos dias.

Humildemente, vosso irmão em Cristo Jesus Joanilson Rodrigues

02/03/2012

Para complementar o ensinamento desta mensagem, recomendamos que ouça estas duas mensagens  de áudio MP3 abaixo que foram pregadas há dois anos (fevereiro de 2010), quando o Senhor nos alertava profeticamento sobre um tempo de escassez e grande sofrimento para o povo do Senhor que estava por vir a terra. Hoje, dois anos, depois tenho visto o que Deus alertou há dois anos infelizmente se cumprir.

Você foi abençoado com o que recebeu nesta página? Então agradeça a Deus e compartilhe com outras pessoas, para que elas sejam abençoadas também!

Se puder, abençoe nosso ministério, o qual não é financiado ou patrocinado por nenhuma igreja, por isso, dependemos da Generosidade de corações como o teu.

Agora você pode ajudar o Ministério ” Joanilson Rodrigues e Marília Rodrigues ” com Depósito  PAGSEGURO do UOL, que é  uma empresa confiável para pagamentos Nacionais e Internacionais.

Você pode escolher a melhor forma de fazer a sua doação (de qualquer valor) de qualquer lugar do mundo:  Cartão de Crédito – Cartão de Débito – Boleto Bancário. Basta clicar na imagem abaixo e seguir as instruções.

Caso não queira doar pelo PAGSEGURO, por favor,  visite a seção Doações.

LEMBRETE

Lembramos que não ficamos de posse de nenhum de seus dados, pois toda doação é feita diretamente ao PAGSEGURO e a quantia que você nos doar, só nos será repassada por eles após 14 dias de sua efetuação, quando expira o prazo para cancelamento de doação.

Você não conhece o PAGSEGURO? É uma empresa da UOL  e é totalmente confiável na qual você poderá fazer a sua doação sem receio algum, pelo método que melhor lhe convier, mas se desejar mais informações prévias sobre o seu funcionamento e idoneidade antes de efetuar a sua doação, por favor acesse as seguintes páginas:

1- PAGSEGURO em português:    https://pagseguro.uol.com.br/sobre_o_pagseguro.jhtml

2- PAGSEGURO in English:

https://pagseguro.uol.com.br/en/how-it-works.html

Anúncios

4 respostas para O Ministério Profético de Jeremias

  1. maura alexandre disse:

    Obrigada por nos ajudar com esta pregação maravilhosa…ela me ajudou muito Deus os abençoe muito…

  2. Poxa benção! vou estudar todo dia a palavra nese site. Muito bom! estou muito feliz porque nunca achei um Site tão explicado como este. Muito bom! vou entrar todo dia! muito bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s