Erros de Português em pregações

Esperamos que aprecie nossos artigos. Lembre-se de que eles têm um autor: Joanilson Rodrigues. Por isso, podes copiá-los a vontade, mas lembre-se de citá-lo nominalmente ( autor: Joanilson Rodrigues)

Erros de Português e a Linguagem das pregações

A bíblia, na maior parte de suas traduções usa uma linguagem formal e, em alguns casos, arcaica. O uso de pronomes como “TU”, “TI”, “VÓS” e palavras como “Concupiscência” podem facilmente fazer com que muitos errem no que querem dizer em suas pregações.

São Paulo diz em I Coríntios, no capítulo 14:
” 9 Assim também vós, se com a língua não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? porque estareis como que falando ao ar.

10 Há, por exemplo, tantas espécies de vozes no mundo, e nenhuma delas sem significação.

11 Se, pois, eu não souber o sentido da voz, serei estrangeiro para aquele que fala, e o que fala será estrangeiro para mim.”

Creio que a importância da linguagem é para termos precisão nas palavras, sobretudo quando queremos transmitir as palavras de Deus.

Em comunidades Cristãs na Internet, vemos desde simples erros de digitação até erros reais de português que todos nós podemos cometer. O problema é que muitos erram, mas nem sequer sabem que erraram. Espero que este artigo seja uma oportunidade de crescimento pessoal para aqueles que o lerem.

Os erros de Português mais comuns em pregações e fóruns cristãos é o que pretendo começar a abordar através deste artigo.

A adaptação da linguagem para o nível sócio cultural dos ouvintes (Por exemplo: usar palavras “difíceis” quando se prega para pessoas simples);

O uso de gírias e os jargões religiosos como: “E aí, Galera ( barca do inferno)”  ou “oh! Glória…. ou ainda o “Tá amarrado!…” São exemplos de linguagem informal e às vezes sem sentido para uma pessoa não religiosa.

Começando com o verbo “fazer”

O uso do verbo “fazer” no sentido de “tempo decorrido” é sempre usado no singular, nunca no plural. Exemplos:
Faz um ano que a igreja foi reformada;
faz dez anos que inauguramos a nova sede;
Faz mais de dois mil anos que nosso senhor esteve entre nós.

Quando usamos o verbo fazer no sentido de tempo decorrido (e não de construir, elaborar) sempre o usamos no singular.

Não se diz:fazem cinco anos que….” ou ” fazem dois meses que este mesmo pregador esteve aqui”

O certo é : “faz cinco anos que…. ” ou ” Faz dois meses que este…”

Reconheço que Deus pode falar (e fala!) através de pessoas muito simples e sem conhecimento acadêmico,  pois a letra mata, mas o espírito vivifica.

Deus ama os simples e a simplicidade, mas isso não quer dizer que não devamos nos expressar da melhor maneira possível.

Quando encontro pessoas que não têm um português correto, mas têm uma vida em santidade, realmente não me importo com suas conjugações ou seu nível de vocabulário porque sei que não é a inteligência e sim a a sabedoria que nos levará a Deus.

Mas há videos emblemáticos que suscitam em nós várias questões importantes sobre este assunto.

Uma coisa é erro de português, a outra é erro doutrinário. Dizer, por exemplo, que “Eva comeu a maçã…” invalida parcial ou totalmente a pregação porque os dados não são dignos de crédito como o vídeo que verão abaixo.

Há também uma tendência muito grande de erro em parônimos que são palavras de grafia parecida, mas significados diferentes.

Meu coração não está delatado, mas sim dilatado. Delatado significa denunciado, enquanto que  dilatado significa alargado.

Há aqueles que precisam também de uma fonoaudióloga para pronunciar corretamente várias palavras. A esta técnica chamamos de Prosódia.

Imaginemos alguém ouvindo pelo rádio frases desconexas como as do vídeo 1 abaixo sem legenda. Como poderão dizer “amém” se não compreendem o que diz…????”

I cor 14:…..o meu espírito ora, sim, mas o meu entendimento fica infrutífero.

15 Que fazer, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.

16 De outra maneira, se tu bendisseres com o espírito, como dirá o amém sobre a tua ação de graças aquele que ocupa o lugar de indouto, visto que não sabe o que dizes?

17 Porque realmente tu dás bem as graças, mas o outro não é edificado.

Muitas “das vezes”

Essa é outra expressão muito usada nas igrejas atualmente e me inccomoda muito.

Você pode dizer “muitas das vezes” quando estiver falando de uma quantidade específica ou especificada por um número ou quantidade dita anteriormente. Por exemplo:

Ontem estive sete vezes no teu trabalho procurando por você. Em muitas, das vezes que passei por lá, encontrei o teu irmão. Ou ainda: Muitas das vezes que passei por lá encontrei o teu irmão. Nesse caso, foi dito anteriormente que estive sete vezes… Quando uso muitas das vezes,  o das vezes,  refere-se a algumas das sete (vezes que estive lá).

Agora, não diga muitas das vezes eu penso em trabalhar com vendas.

Diga: Muitas vezes ( sem o “das”) eu penso em trabalhar com vendas. Porque não se especificou anteriormente a quantidade ( quantas vezes se pensou em trabalhar com vendas).

Vídeo 1:  “Só lendo pra crer”                       Vídeo 2: Adultério por não entender português

  

Você foi abençoado com o que recebeu nesta página? Então agradeça a Deus e compartilhe com outras pessoas, para que elas sejam abençoadas também!

Se puder, abençoe nosso ministério, o qual não é financiado ou patrocinado por nenhuma igreja, por isso, dependemos da Generosidade de corações como o teu.

Agora você pode ajudar o Ministério ” Joanilson Rodrigues e Marília Rodrigues ” com Depósito  PAGSEGURO do UOL, que é  uma empresa confiável para pagamentos Nacionais e Internacionais.

Você pode escolher a melhor forma de fazer a sua doação (de qualquer valor) de qualquer lugar do mundo:  Cartão de Crédito – Cartão de Débito – Boleto Bancário. Basta clicar na imagem abaixo e seguir as instruções.

Caso não queira doar pelo PAGSEGURO, por favor,  visite a seção Doações.

LEMBRETE

Lembramos que não ficamos de posse de nenhum de seus dados, pois toda doação é feita diretamente ao PAGSEGURO e a quantia que você nos doar, só nos será repassada por eles após 14 dias de sua efetuação, quando expira o prazo para cancelamento de doação.

Você não conhece o PAGSEGURO? É uma empresa da UOL  e é totalmente confiável na qual você poderá fazer a sua doação sem receio algum, pelo método que melhor lhe convier, mas se desejar mais informações prévias sobre o seu funcionamento e idoneidade antes de efetuar a sua doação, por favor acesse as seguintes páginas:

1- PAGSEGURO em português:    https://pagseguro.uol.com.br/sobre_o_pagseguro.jhtml

2- PAGSEGURO in English:

https://pagseguro.uol.com.br/en/how-it-works.html

7 respostas para Erros de Português em pregações

  1. Michel disse:

    não gostei disso, poderia ser usado para pregar, o principal objetivo de uma mensagem, e fazer com a outra pessoa entenda a mensagem passada. Por isso digo, perdemos tempo com o que não é tão importante, tem muito analfabeto ganhando almas para o Senhor Jesus, enquanto tem muitos “religiosos” que ficam dentro das nossas igrejas,entram na igreja, e ficam o tempo todo observando os erros de um e de outro, entram na igreja e na maioria , esses criticos nunca participam dos cultos.

    • Michel. Paulo disse o seguinte sobre o assunto em sua Primeira Carta aos Coríntios no capítulo 14, em trechos selecionados: “Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar…”
      “Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação.”
      “O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.”
      E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação.
      E agora, irmãos, se eu for ter convosco falando em línguas, que vos aproveitaria, se não vos falasse ou por meio da revelação, ou da ciência, ou da profecia, ou da doutrina?
      Da mesma sorte, se as coisas inanimadas, que fazem som, seja flauta, seja cítara, não formarem sons distintos, como se conhecerá o que se toca com a flauta ou com a cítara?
      Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?
      Assim também vós, se com a língua não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? porque estareis como que falando ao ar.
      Há, por exemplo, tanta espécie de vozes no mundo, e nenhuma delas é sem significação.
      Mas, se eu ignorar o sentido da voz, serei bárbaro para aquele a quem falo, e o que fala será bárbaro para mim.
      Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja.
      …” o meu espírito ora bem, mas o meu entendimento fica sem fruto.”
      Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
      De outra maneira, se tu bendisseres com o espírito, como dirá o que ocupa o lugar de indouto, o Amém, sobre a tua ação de graças, visto que não sabe o que dizes?
      Porque realmente tu dás bem as graças, mas o outro não é edificado.
      “… Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida.”
      Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento.
      Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.
      “.. E falem dois ou três profetas, e os outros julguem.”
      Mas, se a outro, que estiver assentado, for revelada alguma coisa, cale-se o primeiro.
      Porque todos podereis profetizar, uns depois dos outros; para que todos aprendam, e todos sejam consolados.
      E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas.
      Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos.
      Porventura saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela somente para vós?
      Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor.
      Mas, se alguém ignora isto, que ignore.
      Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar, e não proibais falar línguas.
      Mas faça-se tudo decentemente e com ordem.”

      1 Coríntios 14:1-40

  2. Muito BOM, todos os esclarecimentos !

  3. Eliomar disse:

    Gostei e vejo que os cristãos de mode geral precisam estudar e ler muito.

  4. Livia disse:

    ME INCOMODA DEMAIS ERROS DE PORTUGUÊS NA IGREJA ,PRINCIPALMENTE.
    ESSE TAL DE “MUITAS DAS VEZES ” É CHATO DEMAIS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s