A origem e as Implicações da Idolatria

Autor: Joanilson Rodrigues

APRESENTAÇÃO

Ao lançar este estudo, que é fruto de longa meditação em minha  vida que foi dedicada em grande parte ao catolicismo, espero poder lançar  argumentos respeitosos baseados unicamente na palavra de Deus, pois esse é um  assunto que demanda muita informação e cuidado para não ofender ninguém,  sobretudo pessoas religiosas em devoção sincera que aprenderam a fé de uma  forma e não conseguem reprogramar seus conceitos para o que de fato, Deus nos orienta em sua palavra.

Antes de mergulhar neste presente artigo, sugiro que leia a reflexão que fiz sobre o mais contundente texto sobre a idolatria disponível apenas na bíblia católica no livro da sabedoria. Clique aqui para ler o artigo, ou visite a seção “Estudos Bíblicos” para acessá-lo: https://comunidadegileade.wordpress.com/estudos-biblicos/texto-catolico-contra-a-idolatria/

Peço a qualquer um que ler este estudo desenvolvido por mim,  primeiramente, que não me odeie, se é que eu posso pedir isto. Ore a Deus para  que ele lhe revele a sua palavra.

Se você ficar ofendido com qualquer colocação, não prossiga na leitura. Pare de ler, pois você ainda não está preparado para o que Deus quer lhe ensinar através deste estudo.

Tenho muitos amados  irmãos católicos que são profundamente marianos em sua devoção e o amor que  eles têm por mim  é tão precioso para mim quanto o amor que tenho por eles, por isso desejo  tão somente que prevaleça a palavra de Deus e que possam entender um pouco mais  sobre a fé genuína que vem de Jesus Cristo.

Este é sim um Estudo Bíblico contra a idolatria, mas não é um estudo  contra católicos.

O Objetivo não é destruir a fé de ninguém, mas sim trazer  entendimento, sob a luz da palavra de Deus, ao Espírito humano sobre qual seja a verdadeira vontade de Deus.

As escrituras dizem que o homem bom tira boas coisas do tesouro de seu coração o  homem mau tira coisas más. É possível ler este artigo com ódio ou com amor. A  Bíblia diz para examinarmos a tudo e retermos o que é bom (I Tss 5:1).

Espero também que as pessoas que visitarem esta página tenham  a caridade de  falar sobre o autor do  texto ( Joanilson Rodrigues) e, se puderem, contribuam de alguma forma com o  meu humilde ministério visitando a seção doações neste site: https://comunidadegileade.wordpress.com/doacoes/

INTRODUÇÃO

Muitos sentem ódio causado pela cegueira do fanatismo e  outros simplesmente querem condenar ao fogo do inferno todos os “idólatras”.

Há pessoas que tem mais amor à religião do que à palavra de  Deus. Pessoas assim não estão dispostas a ouvir os argumentos da palavra, mas somente  os argumentos da religião. Parece ser a mesma coisa, mas não é.

Hoje, minimizando, podemos dizer que  as religiões cristãs no Brasil se dividem basicamente  entre Católicos e Evangélicos.

Os evangélicos, salvo a infinidade de erros doutrinários e  pretensas revelações, põem a sua crença exclusivamente nas sagradas escrituras.

Os católicos pertencem a uma “ Igreja apostólica” o que significa, em última instância, que ela se baseia mais fortemente na “tradição dos apóstolos” do que nos evangelhos em si, sem nunca desmerecê-los, mas tendo o apostolado (opinião e liderança dos padres- ou descendentes espirituais dos apóstolos de Cristo) como palavra final.

Há muitos estudos que traçam uma linha histórica dos concílios que foram corrompendo as primícias da doutrina deixada por Jesus Cristo e pelas Claras epístolas dos Apóstolos de Cristo, que dentre outros alertas disseram que “quem quer que seja que traga “outro” evangelho, distorcendo ou acrescentando sentidos errôneos às escrituras, será amaldiçoado” como diz a palavra de Deus em Gálatas 1:6-8  e em Apocalipse 22: 18-19.

PENSAMENTO APOSTÓLICO

O Apóstolo Paulo disse em Gálatas 1:6-8

“6   Estou admirado de  que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo,  para outro evangelho,

7   o qual não é  outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.

8   Mas, ainda que nós  mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos  pregamos, seja anátema ( amaldiçoado para todo o sempre)”

Em II Tessalinicenses 1:20  ele também nos diz que nenhuma profecia é de
particular interpretação“.

Isso significa que temos que estudar as escrituras como um  todo porque embora um texto em particular possa nos induzir a uma determinada  opinião, talvez outros três ou  quatro  nos ensinem o contrário.

Então qual deles é válido? O que a maioria deles, em conjunto, nos  ensinar. Tem que haver coerência. Um texto fora de contexto gera um meio para criar-se uma heresia. Para extrairmos verdades bíblicas é necessário sabermos se o que  estamos lendo é a regra ou trata-se da exceção.

Acredito que todo servo de Deus verdadeiro acredita nas  escrituras como verdades eternas.

O fato de, hoje em dia, muitos considerarem como “verdadeira  Idolatria” o apego ao dinheiro, não  anula de fora nenhuma o conceito bíblico de prostrar-se e prestar culto a
qualquer ser ou coisa que não seja Deus. Na verdade são conceitos que se  complementam e não que se anulam ou que se contrapõem.

Em efésios 5:5 a palavra diz que uma pessoa  avarenta é um “verdadeiro idólatra”, o que não anula os demais versículos  bíblicos que apontam para a idolatria cultual e religiosa mesmo.

O fato é que as sagradas escrituras estão repletas de  exortações e ordenanças já expostas e debatidas exaustivamente por muitos  irmãos através de livros ou artigos diversos.

Pretendo ainda transformar estes meus artigos em livros, contudo o tempo e o dinheiro para isso dependem do Senhor, nosso Deus.

Para os que amam a religião mais do que a Deus, o  importante é a defesa de seu ponto de vista e não do que as sagradas escrituras  claramente dizem sobre o assunto.

O Espírito é quem convence do pecado, da justiça e do Juízo  (Jo 16:6-8). Nós apenas pregamos. O profeta Jonas esteve pregando na cidade de Nínive sem fazer um só milagre ou prodígio e mesmo assim as pessoas se converteram só pelo poder da palavra. Se o Espírito Santo não te convencer ao ler este artigo, só nos  restará orar por você.

O QUE SÃO ÍDOLOS?

Segundo a definição do Dicionário Michaelis:

s. m. Estátua, figura, ou imagem que representa uma divindade e que é objeto de adoração.

 2. Objeto de grande amor, ou de extraordinário respeito. 3. Pessoa a quem se dedica grande  adoração ou admiração.”

A tentativa de fazer divisão entre adoração e veneração, Dulia,  hiperdulia e latria  que alguns estudiosos se valem para justificar a veneração por imagens e pedidos a elas é, ao meu ver,  tentar justificar o injustificável segundo as  sagradas escrituras já que elas dizem claramente: “Adorarás ao senhor teu Deus e só a ele prestará culto“. Mt 4:10

Certamente há muitos livros que tratam do assunto e muitos  artigos de Internet também, contudo eu gostaria de lançar luz sobre alguns  pontos obscuros dessa discussão.

Algumas pessoas podem dizer:

“Mas no antigo testamento Deus não mandou fazer imagens  representativas como os dois querubins na arca da aliança ou a serpente de  Bronze? “

ou ainda …

“Se o próprio Deus mandou fazer imagens não significa que ele apóia o uso delas?”

A resposta é: certamente não! E podemos explicar o porque.

Os textos que falam sobre estas imagens estão nas seguintes  passagens bíblicas: Números capítulo 21: 8-9; I Reis 6: 23-28.

Na Bíblia a serpente simboliza maldição, assim como a cruz. Analisando o texto muito  depois de seu uso específico dado por Deus ( olhar para ela para ser curado)  ela se tornou um ídolo e o povo passou realmente a adorá-la, então cerca de  setecentos anos depois, o rei Ezequias a destruiu totalmente porque se tornou  um objeto de veneração e adoração chamada de Neustã pelo povo, o que o próprio  Deus condena veementemente.(II Reis 18:3-4).

Quanto aos querubins, eles jamais foram objetos de veneração ou  adoração, pois a arca se encontrava “escondida” no Santo dos Santos e não eram  de forma alguma o foco do culto. Lembramos que o próprio Deus permitiu  que a arca fosse roubada e desapareceu justamente para que nenhum desavisado  quisesse cultuá-la.

No novo testamento há também as palavras de nosso Senhor  Jesus Cristo contra Satanás dizendo a ele que só a Deus se deve prestar culto, assunto que é o versículo central deste presente estudo: evangelho de Mateus capitulo 4, versículo  10.

No novo testamento o Apóstolo Paulo também condenou o uso de  imagens e diz que a imagem “nada é”. (I Cor 8:2- 11) e quando se presta culto a  elas, na verdade está se prestando culto a demônios e não a Deus ( I Cor  10:19-20) e que o próprio Satanás se transfigura em “anjo de luz “ para enganar  os devotos, pessoas que tem sincera devoção ao ídolo e acreditam piamente estar  servindo a Deus ( II Cor 11:14).

O profeta Oséias no antigo testamento também fala que o povo  pode até obter respostas enganadoras destes ídolos,  pois os demônios, querendo afastar as pessoas  do Deus vivo e verdadeiro, respondem aos seus pedidos momentaneamente (e nunca de  graça), pois a graça (que é a concessão de um favor não merecido) só vem de  Deus. ( Oséias 4:12)

O QUE OS VERDADEIROS  SANTOS (AQUELES QUE ESTÃO RELATADOS NA BÍBLIA)  FIZERAM QUANDO O POVO QUIS VENERÁ-LOS OU
ADORÁ-LOS?

Todos os verdadeiros santos de Deus Jamais(!) aceitaram para  si veneração, honra ou adoração! Eis alguns exemplos inequívocos:

1. O salmo113 parte b ( 115) diz o seguinte

Não  a nós Senhor, mas ao teu nome dá a glória”

2. João queria  adorar ( ou venerar… tanto faz porque ele ia se prostrar diante dele)  o anjo no livro do Apocalipse, capítulo 19:10,  e o anjo o repreendeu dizendo:

Eu sou servo… adora a Deus!”

3. Em Atos 10  quando Cornélio se prostrou perante Pedro para adorá-lo (ou venerá-lo), Ele o  repreendeu dizendo:

Sou homem como tu.”  (Atos 10:25-26)

4. No livro de  Atos dos apóstolo capítulo 14 (verso 10 em diante) o povo queria venerar Paulo  e Barnabé, mas eles rasgaram suas  vestes não aceitando qualquer tipo de honra a si mesmos.

5.  O próprio Senhor Jesus disse : “ Ao senhor teu Deus Adorarás e só a ele servirás” ou em como diz em outras traduções:

 “Somente a ele prestarás Culto” (Mt 4:10)

Cito como exemplo a verdadeira Maria, aquela da bíblia, a santa mãe de Jesus, e a julgar pelo o que as escrituras nos mostram de seu  belíssimo, submisso e humilde caráter, jamais  aceitaria tal veneração para si, por ser serva  verdadeira do Senhor e nunca pediria, por  exemplo:” construam um templo em minha honra….”

A todos os irmãos Marianos que prestam culto a Maria, sei  que o fazem convictos de que estejam agradando a Deus, mas a palavra de Deus  condena e não confirma essa doutrina.

A palavra de Deus é clara e o Senhor diz que não divide  sua honra com ninguém. ( Isaías 42:8)

Por isso, para Ele e somente a ele seja toda a Honra, toda a glória, toda a força e toda a Majestade! ( Apocalipse 5:12-14)

Cultuar a  qualquer outro ser sem ser Deus é um pecado grave.

Lembremos que Maria é bendita entre as mulheres e não acima delas.

O MAU EXEMPLO DA  SUPERESTIMAÇÃO DE MARIA

Há um risco muito grande de superestimar, que é ato de atribuir  características a alguém bem acima de seus atributos reais.

Maria é sim bendita entre  as mulheres e não acima das  mulheres.

Devemos tomar cuidado para não distorçer as palavras das escrituras porque há promessas de maldição para quem assim o fizer como diz claramente o texto de Apocalipse 22:18

“Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da  profecia deste livro: Se  alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro…”

O pensamento equivocado de que “Se Jesus é Rei……  então Maria, sua mãe, é a Rainha.” é Refutado facilmente se entendermos  como se dá legalmente a Soberania de um reino.

Alguém, por ser rei, não faz de sua mãe automaticamente, rainha soberana que reina com ele. O  marido da rainha Elizabeth da Inglaterra, por exemplo, não é rei e sim  consorte.

Há, por exemplo, uma enorme diferença entre ser embaixatriz e embaixadora:

A embaixatriz é a  esposa do embaixador, aquele que exerce o cargo diplomático.

embaixadora é  a pessoa que exerce realmente o cargo diplomático e não a esposa do  embaixador.

Neste caso, o correto (forçando a barra um pouco) Maria  seria como uma digna embaixatriz já que o Título e a Função de Senhor e Salvador pertencem  somente a Jesus. Certamente conferir-lhe o título de “senhora” é, no mínimo, inadequado  segundo as escrituras,  pois elas  testificam que há um só  senhor(Ef 4:5) e um só  salvador e não faz a menor menção sobre alguma senhora a não ser quando se  refere a igreja, simbolicamente representada por uma mulher.

Veja em efésios 5: 22-23

“22 Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao  Senhor; 23   porque  o marido é a cabeça da mulher, como  também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do  corpo. 24   Mas, assim  como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em  tudo a seus maridos. 25   Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se  entregou por ela, 26   a fim de a  santificar, tendo-a purificado com a lavagem da água, pela palavra, 27   para apresentá-la  a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.”

Amados, devemos tomar cuidado com o que as escrituras dizem e com o que não dizem.

JEREMIAS E A RAINHA DO CÉU

Na época do profeta Jeremias aconteceu-lhe fato  interessante. Depois de haver pregado exaustivamente a palavra de Deus,  disseram-lhe:

Jeremias 44:

“16 Quanto  à palavra que nos anunciaste em nome do Senhor, não te obedeceremos a ti;

17 mas certamente cumpriremos toda a palavra que saiu da  nossa boca, de queimarmos incenso à rainha do céu, e de lhe oferecermos libações,  como nós e nossos pais, nossos reis e nossos príncipes, temos feito, nas  cidades de Judá, e nas ruas de Jerusalém; então tínhamos fartura de pão, e  prosperávamos, e não vimos mal algum…

18 Mas desde que cessamos de queimar incenso à rainha do céu,  e de lhe oferecer libações, temos tido falta de tudo, e temos sido consumidos  pela espada e pela fome.

19 E nós, as mulheres, quando  queimávamos incenso à rainha do céu, e lhe oferecíamos libações,  acaso lhe fizemos bolos para a adorar e lhe oferecemos libações sem nossos  maridos? “

Ou seja, disseram ao profeta Jeremias que aquela ordem de Deus para deixarem a idolatria à Rainha dos Céus tinha  na verdade prejudicado a vida deles.

Porque quando eles prestavam culto à “Rainha do céu”  a vida deles era muito melhor e mesmo sabendo que a ordem de Deus era para que  deixassem o pecado da idolatria, eles decidiram  obstinar-se em sua religião, desprezando a palavra de Deus.

Disseram ao profeta que a vida era melhor quando eram idólatras do que  sendo servos unicamente de Deus e diziam não ver “mal nenhum” na idolatria.

Jesus nos pergunta hoje : por que me chamais de Senhor, se  não fazem o que eu mando? Ou até mesmo o que a própria Maria orientou aos  serviçais nas bodas de Caná a Fazer: “Fazei tudo o que ele vos disser.” (Jo 2:5)Não o que eu vos disser….

Leia atentamente esta passagem de Lucas 11:

“27   Ora, enquanto  ele dizia estas coisas, certa mulher dentre a multidão levantou a voz e lhe  disse: Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que te amamentaste.
( Maria)

28   Mas ele respondeu: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus, e a observam.”

Quando devotos quiseram mostrar a Jesus que cultuavam ou  veneravam a sua mãe a resposta dele foi muito clara. Ele não queria devoção a  Maria, mas sim obediência à vontade de Deus.

Espiritualmente falando, ao se prestar culto a uma imagem,  na verdade estão prestando culto a demônios e não a Deus.

Alguém pode se ofender imediatamente e perguntar-me: “Você  está chamando Maria de Demônio?!?!?”……

Resposta: Não, não estou. Estou dizendo que uma pessoa pode  pensar que está honrando a mãe de Jesus, mas está honrando a este demônio que  atua no planeta terra há milênios e muito antes de Maria nascer.

O povo na época do profeta Jeremias queria venerar a “Rainha dos céus”  que é o mesmo título que alguns querem dar a Maria. Releia atentamente a resposta que o povo deu a Jeremias e compare com a veneração atual a Maria e me  diga se há alguma diferença nas palavras dos idólatras daquela época, mais de  cinco séculos antes de Cristo (e de Maria) com os Devotos Marianos atuais  quando se propõe a eles que adorem somente a Deus e abandonem a “devoção” tanto  à imagem quanto à pessoa de um santo qualquer.

Oremos para que o Espírito Santo Deus possa convencer a cada  um sobre o pecado, a justiça e o juízo. Porque seremos sim julgados pelo que  fizermos, seja no tempo da ignorância (quando não se sabe o que a palavra de  Deus diz sobre um assunto) ou por obstinação (os que sem lei pecaram, sem lei  serão julgados, os que com ( o conhecimento da) a lei pecaram, pela lei serão  julgados.

QUAIS CARACTERÍSTICAS DE DEUS QUE  NENHUM SER JAMAIS TEVE OU TERÁ ?

É necessário, antes de tudo, que entendamos as características de Deus. Aquelas que somente ele as tem, que é a Onisciência,  Onipotência e Onipresença.

 Onisciência é o conhecimento de absolutamente todas as coisas, nada lhe é oculto. Não há nada que Deus não saiba, até mesmo os nossos pensamentos e sentimentos antes de sua geração em nosso ser.

Onipotência é o absoluto poder de Deus. Nosso senhor não é muito poderoso! Não, não é! Ele é Todo -poderoso! Seu poder não tem Limites, não há impossível para Deus! O criador da terra é o mesmo criador do universo e autor e realizador da vida!

Antes de entrarmos na terceira característica de Deus é necessário dizer que nenhum cristão quando entraga a vida a Jesus Cristo herda alguma dessas três características. Ninguém se torna  nem onisciente, nem onipotente, nem onipresente. Ninguém. Herdamos de Deus as suas características morais como amor, bondade, fidelidade, compaixão. Nestas características, sem medo de cometer qualquer heresia, podemos nos tornar igualzinhos a Deus. É muito difícil certamente, mas ele nos ordena que sejamos santos como ele é santo. Então esta mudança moral em nós é plausível.

Por fim vamos falar sobre a Onipresença, que é a capacidade de Deus de estar em mais de um lugar ao mesmo tempo. E não só isso, ele é capaz de estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

Nenhuma criatura, nem do céu, nem da terra possui esta característica.

Por isso somente Deus pode ouvir uma oração feita no Japão e no Vala do Anhagabaú na cidade de São Paulo, no Brasil.

O Próprio Satanás não tem esta característica e nenhum anjo também.

Quando alguém, por exemplo, diz que foi atacado por Satanás às 19 horas de uma terça-feira e seu parente distante 18 mil quilômetros diz que também foi atacado por Satanás exatamente no mesmo dia e Horário, na verdade quiseram dizer que foram atacados por demônios ou espíritos malignos, mas não pelo próprio Satanás  em lugares diferentes  e simultaneamente.

Sabe por que não se tratava de Satanás? Porque ele  não é Deus e não possui onipresença. Ele pode enviar emissários para realizar ataques simultâneos, mas não pode pessoalmente estar em dois lugares diferentes ao mesmo tempo porque somente Deus pode fazer isto. Nem os anjos, nem os Santos podem estar em dois lugares diferentes ao mesmo tempo.

LIGANDO OS PONTOS

Porque ao falarmos sobre idolatria temos que obrigatoriamente falar sobre estas características de Deus?

Para entendermos que não podemos atribuir a nenhum ser humano, santo ou não ou a nenhum ser celestial, anjo ou demônio, características que somente nosso Deus possui.

Quando alguém que mora na Bahia, por exemplo, ora a um determinado Santo e ao mesmo tempo outra pessoa em São Paulo, outra na Tailândia ….Ele não pode responder a nenhuma das orações feitas primeiramente porque ele não as pode ouvir.

E se eu pedir a um anjo? Ele também não é onipresente, ele não ouvirá! Somente Deus pode estar em lugares diferentes simultaneamente.

Maria, a mãe de Jesus, não pode ouvir porque ela não é Deus.  Acreditar na mediação de mortos já é errado por contradizer o que as escrituras dizem sobre a participação deles no mundo, mas é mais grave por querer atribuir a eles, que são meras criaturas, características que somente Deus tem.

Outro aspecto refere-se ao caráter de Deus. Alguns vêem Deus como um ser mau, incapaz de se compadecer do sofrimento humano e por isso precisaria da “bondade da mãe” ou da intercessão de algum “bondoso santo” para “quebrar a dureza de seu coração”. As escrituras desmentem definitivamente este pensamento pois dizem: “não temos um Deus incapaz de se compadecer de nós, ao contrário”.(Hebreus 4:14-16)

A DIFÍCIL ESCOLHA

Havia autoridade sacerdotal judaica na época dos apóstolos  que os proibiu de pregar o evangelho  (Atos 4), no entanto eles encheram Jerusalém “daquela doutrina” e disseram aos  sacerdotes: “A nós importa mais obedecer  a Deus do que aos homens.”

Jesus disse: “.. e assim por causa da vossa tradição invalidastes a palavra de Deus”.

Creio que o ponto central seja o seguinte: Quando Paulo  pregou na Beréia  (Atos 17:10-12), os cristãos que lá estavam ouviam a palavra e depois iam conferir se as coisas eram realmente  com o apóstolo falava. A bíblia diz que eles eram mais nobres porque  faziam isso.

Alguém pode basear sim a sua postura religiosa em uma  religião e não na bíblia. É um direito.

Não há o que conversarmos se a “tradição oral para você estiver acima das escrituras” e você não  estiver disposto a mudar isto por amor a Deus, não a religião.

Eu, pessoalmente, fico com as palavras do apóstolo que diz  que “ainda
que desça um anjo do céu
… ou nós mesmos, apóstolos de Cristo,
preguemos um outro evangelho… que sejamos amaldiçoados por todos vocês” (Gl
1:7-8).

Não quero demonstrar mais amor à letra do que ao Espírito.
Não quero demonstrar mais amor a uma discussão infrutífera do que a você, caro
leitor que cultua imagens.

O poder de convencimento é do Espírito Santo de Deus (Jo 16:6-11), nós apenas pregamos a sua (não  a nossa) palavra.

Lembre-se de que eu não sou o autor dos versículos citados,  é o próprio Deus. Faço sempre questão de citar os versículos para que possas  consultá-los na tua própria bíblia no texto “original” e  contradizê-los com a própria palavra de Deus. Neles podes confrontar todas as  vírgulas, exclamações, pontuações e toda a gramática e conferir se Deus diz ou  não estou afirmando aqui. É um exercício muito simples, pessoal e intransferível,  só você poderá fazer para crer, ninguém mais.

Se todos os versículos citados estão velados aos teus olhos,  apenas humildemente devo orar para que Deus abra os olhos do teu coração e a  palavra seja revelada a você como considero que foi humildemente revelada  também a mim. Por isso a considero como luz para o meu caminho e lâmpada para  os meus pés, para que eu não tropece pela vida ou em meus humildes argumentos.

O Apóstolo Paulo era zeloso como você e acreditava estar  fazendo o certo pela religião,era sincero nisto. Cada um tem a sua hora e é  Deus quem opera nos corações.

Desejo, de coração, a paz de Jesus Cristo sobre ti ao ler  este estudo preparado com muito amor para você.

O problema central não está em admirar Maria, Francisco de  Assis ou outro santo qualquer, está em se “prestar  culto”.

Como já disse, fica claro de que muitos amam muito a  religião e, para esses, os pensamentos da palavra de Deus expostos aqui parecem  querer atacá-la, mas não isso é verdade.

Dentre  vários pontos  de vista lançados anteriormente, o que é um aspecto inquestionável para quem  ama as escrituras é o seguinte: Nosso Senhor Jesus Cristo afirmou a  Satanás durante a sua tentação: “Adorás ao senhor teu Deus e só a ele prestarás culto.”

O Apóstolo Paulo pede para que imitemos as suas atitudes:  Sede meus imitadores como eu sou de Cristo. No entanto, se prestarmos culto a  ele ou a qualquer outra criatura, se incorre em um pecado  grave, segundo as palavras de nosso senhor  Jesus Cristo, mesmo que a tradição  religiosa diga  o contrário.(Gl 1:7-8) ( Mt 15-6-8)

Quando se presta culto a qualquer outro homem (ou mulher)  mesmo que seja considerado santo também. Portanto, pode-se pegara imagem de  Pedro, Paulo ou qualquer outro servo de Deus do novo testamento  para lhes prestar culto que se estará indo  contra as palavras em que Jesus disse  claramente:

Só a ele servirásSó a  ele prestarás culto. Só a ele. “

Se a tradição abrir exceções a essa verdade, ela estará  invalidando a palavra de Deus, como disse Jesus: ” Invalidastes a palavra de Deus por causa da vossa tradição.” Mt 15

Assim surge a  idolatria, pois as escrituras não nos proíbem de admirar pessoas ou de imitar-lhes o  exemplo, mas proíbe sim o culto a elas, mesmo ( e principalmente) depois de mortas.

Quando alguém aceita  para si a veneração ( honra em forma de culto ou “admiração” excessiva)  que deveria ser de Deus acabará comido  por vermes como Herodes, que morreu porque aceitou a veneração para si que  só Deus podia receber.(Atos 12: 21-23)

Lembre-se de que os discípulos discutiam se poderiam se  sentar à direita de Jesus em seu reino e ouviram que isso não cabia a eles, mas  ao pai.

Não encontramos nas  escrituras o mínimo resquício de que Maria, Paulo, Pedro ou qualquer outro  Santo aceitaram veneração ou qualquer outro tipo de culto a si mesmos quando  estavam vivos.

Se o testemunho deles  diz que não aceitaram culto quando estavam vivos, porque aceitariam depois de sua morte se o próprio Deus condena dividir  a sua glória com quer que seja?

Ao contrário, a palavra diz que os 24 anciãos que estavam no  céu tiraram de suas próprias cabeças as coroas que haviam recebido de Deus e  lançavam-nas diante do trono de Deus.

É isso o que os santos reais, não imaginários, fazem quando  estão diante de Deus: derramam toda a honra, glória, força e majestade para ele e tão somente para ele o rei dos reis.

Há uma passagem no antigo testamento que mostra o rei Saul  querendo consultar ao santo de Deus, o profeta Samuel, que era Juiz em Israel. A necromante (espírita que invoca os mortos)  descreve a aparência do homem e Saul deduz  tratar-se deSamuel .

Era Samuel que estava ali? Certamente  não! O verdadeiro Samuel estava junto a Deus.

Depois de mortos, as  religiões podem querer invocar ou clamar aos santos de Deus benefícios ou  informações, mas  Deus condena que se  busque consulta aos mortos, sem exceção. ( Dt 18: 10-12 ,ecle 9:5-6, Hb 9:26 e  Lc 6: 19-31)

Portanto, a raiz da idolatria está em cultuar mortos, mesmo  que tenham sido santos de Deus em vida e não se contentar em simplesmente  admirá-los.

Diferentemente de citá-los é realizar culto em sua  homenagem ou ainda para lhes pedir favores ou  benefícios.

Quando em uma  igreja se promove um culto em devoção a quem quer que seja , que não seja o  próprio Deus, se incorre em pecado, isto é o que as palavras de Jesus nos  advertem.

Você me dirá: mas a  tradição de minha igreja me diz  que não é pecado, não.

Mesmo que a bíblia afirme que isto é pecado, a tradição diz que posso sim
cultuá-los sem problema.

Eis aí o foco de uma grande divergência entre os cristãos  que seguem a bíblia e os que seguem a “tradição”!

O  próprio Jesus  disse: ” Só a ele servirás. Só a ele  prestarás culto. Só a ele.”

Todos os verdadeiros cristãos vão sempre admirar e bendizer  a Virgem Maria, mãe de nosso senhor. Vão chamá-la de feliz ( Bem-aventurada).

Irão reconhecer nela uma verdadeira  serva do senhor. Assim com todos os heróis de  nossa fé em Jesus que sempre nos inspiraram. Qualquer  pessoa de bom senso sabe sim admirar todos esses grandes nomes da fé. Se  pegarmos o capítulo 11 de hebreus há uma lista grande deles por lá.

Na genealogia de Jesus, exposta no início do evangelho,  também constam os nomes dos escolhidos de Deus para realizarem a sua obra, mas não encontramos uma só exceção nas  escrituras sagradas que nos autorize a cultuar alguém que não seja  Deus.

É necessário conhecer a Deus, suas características, seus  mandamentos para entendermos por exemplo que o senhor é a nossa bandeira,  o  senhor é o nosso provedor, é misericordioso  e sensível, e muito capaz de se compadecer de nós.

Quando Jesus morreu,  o véu do templo, aquele que impedia que as pessoas pudessem entrar no Santo dos  santos e serem mortas por conta da presença de Deus, foi rasgado de cima até embaixo  e as pessoas que estavam no templo  no  momento da morte do senhor não morreram porque o caminho para Deus estava  aberto por Jesus Cristo.

É idolatria quando lançamos os nossos pedidos, fé e  esperança aos pés do “santo das causas impossíveis” ou da “mãe da divina  providência”.

As escrituras dizem: Lançai  a Deus Todas as vossas preocupações e ansiedade. É isso o que as  escrituras ensinam. Lançar as tuas preocupações a qualquer outro que não seja
ele, constitue-se em falta de fé, falta de confiança e desprezo pela sua  palavra.

Pense por um momento em quem, na tua opinião, está no céu, caro  leitor. Pense em nomes, rostos, pessoas e prepare-se para esta meditação a seguir.

O NOME SOBRE TODO  NOME: JESUS CRISTO!

Filipenses 2: “9   Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome;  10   para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, 11   e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.”

Eu te pergunto: Maria está no céu? Sim, certamente.

Pedro está lá? Sim,  certamente. Quantos outros servos do altíssimo foram para a presença do pai desde os primórdios da humanidade? Quantas almas boas habitam o céu?

Quando o apóstolo João foi arrebatado até a presença de Deus ( Apocalipse capítulos 4 e 5) e lá ele contemplou a Deus no seu trono, os vinte e quatro anciãos, seres  celestiais, ele foi perturbado com uma visão de Deus segurando um livro e com  fato aterrador:

O  anjo de Deus  gostaria de encontrar alguém que fosse digno de ao menos olhar para o livro que estava na mãos de Deus, e também de abrir seus selos… No entanto, João diz no livro do apocalipse que  ninguém…. absolutamente ninguém dos que estavam nos céus…. Certamente Maria e todos os santos estavam lá…  Era digno sequer de olhar para o livro que estava nas mãos de Deus.

João relata isso chorando. Ele conviveu com a Virgem Maria mais  do que qualquer outro apóstolo e  talvez as suas lágrimas fossem porque nem ela,  nem nenhuma outra criatura das que estavam no céu, na terra ou sobre ela era digna de abrir o livro, desatar seus selos ou de  sequer olhar para ele.

A Aparição da virgem de Guadalupe no México, por exemplo,  diz que Maria ao aparecer pediu para que construíssem  um templo sua honra. Isso lhe  parece a verdadeira, bela e humilde serva de Deus  chamada Maria? A Mesma da bíblia? Aquela que quando quiseram exaltá-la  acima das mulheres dizendo a Jesus: ” Bendito é o ventre que te trouxe e os peitos  que te amamentaram”… mas ele disse: Antes Benditos são os que ouvem a palavra e a guardam. (LC 11:27-28)

O que as escrituras nos  ensinam com esta passagem onde mostram pessoas  sinceras querendo louvar a mãe de Jesus ? Ele, nosso Senhor e salvador, deixa  claro que muito mais importante do que essa devoção, é ouvir e guardar a  palavra de Deus.

E os versículos não estão isolados não, ao contrário.É  necessário estudar a bíblia como um todo para que um  versículo isolado não sirva de pretexto para  heresias.

É preciso confirmação em toda a bíblia de que a idéia  expressa  em um versículo é confirmada em  vários outros para se estabelecer o padrão de  coerência que chamamos de doutrina da salvação ( soterologia).

Me despeço, Usando uma expressão de  Juanribe Pagliarin, dizendo que desejo de
coração que Jesus Cristo seja realmente  o Único, Exclusivo, Suficiente e Eterno  Salvador em tua vida, querido leitor e na vida de  todos quanto o aceitarem.

Você foi abençoado com o que recebeu nesta página? Então agradeça a Deus e compartilhe com outras pessoas, para que elas sejam abençoadas também!

Se puder, abençoe nosso ministério, o qual não é financiado ou patrocinado por nenhuma igreja, por isso, dependemos da Generosidade de corações como o teu.

Agora você pode ajudar o Ministério ” Joanilson Rodrigues e Marília Rodrigues ” com Depósito  PAGSEGURO do UOL, que é  uma empresa confiável para pagamentos Nacionais e Internacionais.

Você pode escolher a melhor forma de fazer a sua doação (de qualquer valor) de qualquer lugar do mundo:  Cartão de Crédito – Cartão de Débito – Boleto Bancário. Basta clicar na imagem abaixo e seguir as instruções.

Caso não queira doar pelo PAGSEGURO, por favor,  visite a seção Doações.

LEMBRETE

Lembramos que não ficamos de posse de nenhum de seus dados, pois toda doação é feita diretamente ao PAGSEGURO e a quantia que você nos doar, só nos será repassada por eles após 14 dias de sua efetuação, quando expira o prazo para cancelamento de doação.

Você não conhece o PAGSEGURO? É uma empresa da UOL  e é totalmente confiável na qual você poderá fazer a sua doação sem receio algum, pelo método que melhor lhe convier, mas se desejar mais informações prévias sobre o seu funcionamento e idoneidade antes de efetuar a sua doação, por favor acesse as seguintes páginas:

1- PAGSEGURO em português:    https://pagseguro.uol.com.br/sobre_o_pagseguro.jhtml

2- PAGSEGURO in English:

https://pagseguro.uol.com.br/en/how-it-works.html

14 respostas para A origem e as Implicações da Idolatria

  1. ALLANN disse:

    De todos os estudos que ja li sobre idolatria esse realmente foi o melhor.
    Aprendi muito,
    muito obrigado e continue pregando a verdade.
    ALLANN

  2. Alex Almeida disse:

    Muito bom mesmo este estudo sobre idolatria, aprendi muito.
    Muito obrigado e que Deus Te Abençoe muito.

  3. manoel aguiar disse:

    Gostei muito deste estudo! Parabéns, amado irmão em Cristo Jesus.

  4. ANTONIO VANDERLEY DA SILVA disse:

    gostei muito também ,DEUS ABENÇOE SEU MINISTÉRIO

  5. Patricia souza disse:

    Tirei todas as duvidas que tinha sobre idolatria .muito bom mesmo ! Sou católica, mas sempre tive dúvida quanto a isso por não concordar com esses cultos a santos e a maria,porém a igreja diz o contrário.Por que não ensina o certo? Então quando dizemos que isso é certo estamos nos afastando de Deus? não sei o que fazer.

  6. Tatyana disse:

    Realmente foi o melhor artigo que li sobre o assunto.
    Como fui também muitos anos católica, eu tive que estudar muito as Escrituras e me convencer da verdade. Hoje quero plantar sementes e incentivar as pessoas na leitura da Bíblia.
    A questão do fundamento da onipresença em relação aos santos, foi um ótimo argumento.
    Vou repassar o seu artigo.
    Que Deus abençoe seu Ministério e sua família.

  7. Silas Duarte disse:

    Amado Joanilson, vejo muita coerência em seus artigos (faço esse elogio, pois sei que não se gloriará nele). Glorifico a Deus por sua vida!

    Gostaria somente de fazer uma correção:
    – Você citou um versículo que diz que nenhuma profecia é de particular interpretação como sendo em 2ª Ts 1:20, porém essa passagem é em 2ª Pe 1:20.

    Deus te abençoe sempre!

  8. elton negreiros disse:

    excelente estudo, estão de parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s